Newsletter Jaci

Inscreva-se na nossa newsletter e receba no seu e-mail as melhores dicas e promoções exclusivas.


Procurar

Jaci Natural

  /  Notícias   /  Sobre a fusão entre a Bayer e a Monsanto
Sobre a fusão entre a Bayer e a Monsanto

Sobre a fusão entre a Bayer e a Monsanto

Recentemente, foi anunciado que a multinacional agroquímica Monsanto foi comprada pela empresa farmacêutica e química Bayer, no que configura como a maior operação já realizada  para a criação de um gigante na indústria agropecuária.

O que pode ser visto como mais um curso natural do capitalismo – da junção de duas gigantes – ou então como uma combinação necessária para enfrentar o desafio de alimentar a população mundial de maneira “sustentável” – como as duas empresas se justificaram – na verdade, sob uma ótica mais sóbria e, pasmem, sustentável, se configura como algo extremamente preocupante.

Vamos aos fatos: a Bayer é a maior produtora de agrotóxicos no mundo, uma das maiores farmacêuticas e também grande produtora de sementes; ela também é uma grande investidora no tratamento do câncer. A Monsanto é uma das maiores produtoras de agrotóxicos e a maior produtora de sementes transgênicas; além disso, ela também é acusada de produzir herbicidas com propriedades cancerígenas.

Juntas, essas empresas serão responsáveis pela venda de 29{d472cbc9b4e5b7840d5104aea9a3b0a6f44f9dfecef370459faa46ba60659749} das sementes do mundo e 24{d472cbc9b4e5b7840d5104aea9a3b0a6f44f9dfecef370459faa46ba60659749} dos pesticidas. Mas, afinal, o que esse monopólio indica? Listamos aqui alguns pontos a serem considerados:

  • A concentração de poder prejudica os pequenos produtores pois o seu trabalho fica sob uma ótica cada vez mais restrita e dependente das empresas multinacionais. Como há uma redução de concorrência, há a possibilidade de aumento dos preços das sementes e menos espaço para negociações;
  • Há um maior incentivo para a utilização de sementes geneticamente modificadas, de produtos químicos perigosos e a disseminação das monoculturas prejudiciais ao meio ambiente e recursos naturais;
  • Cada vez mais nos distanciamos da verdade dos alimentos, da essência de sua natureza. Com a utilização dos agrotóxicos e a monocultura, o nosso solo fica cada vez mais deficiente e, consequentemente, nossas variedades vão perdendo cada vez mais nutrientes;
  • Ao contrário do que essas empresas e os defensores dos agrotóxicos afirmam, a justificativa do uso de venenos para “alimentar o mundo” é uma grande mentira. Pelo menos 50{d472cbc9b4e5b7840d5104aea9a3b0a6f44f9dfecef370459faa46ba60659749} dos grãos produzidos em todo o mundo é destinado à indústria da carne, ou seja, para alimentar animais para o abate. Além disso, produzimos atualmente no mundo comida suficiente para alimentar 10 bilhões de pessoas, mas, infelizmente, os alimentos são mal distribuídos e grande parte é desperdiçada na distribuição.

A alimentação natural e livre de venenos deve ser um direito de todos. A produção, distribuição e consumo de alimentos para toda a população tem como dever respeitar a cultura e a diversidade de cada localidade, pois a manifestação e a criação da natureza são perfeitas por si só; supor que o homem é capaz de controlar e alterar seu curso originário, além de machucar a população e nossa Mãe Terra, exalta o egocentrismo do homem arrogante e ganancioso.

O nosso dever para o crescimento sustentável da sociedade com o meio-ambiente é propor meios de produção que cuidem do bem-estar do planeta, criando um equilíbrio para a nossa coexistência. É por isso que, nós da Jaci, manifestamos nossa preocupação com esse anúncio e o colocamos em pauta para discussão. É essencial discutirmos cada vez mais sobre essas questões que dizem tanto a respeito da nossa qualidade de vida e biodiversidade.

 

Referências:

ZAFALON, M. “União entre Bayer e Monstanto Não é Vista com Bons Olhos por Produtores.”. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/09/1813283-uniao-entre-bayer-e-monsanto-nao-e-vista-com-bons-olhos-por-produtores.shtml

PLUMER, B. “Why Bayer’s massive deal to buy Monsanto is so worrisome”. Disponível em: http://www.vox.com/2016/9/14/12916344/monsanto-bayer-merger

POZZI, S. “Monsanto aceita a oferta de compra da Bayer e juntas criarão um gigante mundial”. Disponível em: http://brasil.elpais.com/brasil/2016/09/14/economia/1473839060_359923.html?id_externo_rsoc=fb_BR_CM

Terra Economia. “Para ONGs, união Bayer -Monsanto prejudica agricultores”. Disponível em: https://economia.terra.com.br/uniao-da-bayer-e-monsanto-prejudica-pequenos-agricultores-afirmam-ongs,b8c4f702fed78439751634e5df20c148vnz3xczk.html

Deixe
seu comentário

X