Newsletter Jaci

Inscreva-se na nossa newsletter e receba no seu e-mail as melhores dicas e promoções exclusivas.


Procurar

Jaci Natural

  /  DIY   /  SAIBA porque O FLÚOR FAZ MAL à saúde
SAIBA porque O FLÚOR FAZ MAL à saúde

SAIBA porque O FLÚOR FAZ MAL à saúde

Pasta de dente é um produto que está na lista dos itens essenciais de higiene que utilizamos todos os dias. Por mais que os dentistas afirmem que o responsável pela limpeza dos dentes é a ação mecânica da escovação, ninguém consegue dispensar a sensação de limpeza e refrescância que só o creme dental pode proporcionar, além de prevenir diversos problemas bucais, como mau hálito, cáries e gengivite. Falando em cárie, todos sabem que o flúor ajuda na prevenção das cáries, pois temos ouvido isso centenas de vezes nas propagandas sobre pastas de dente, endossadas pelos dentistas.

Mas há algo sobre o flúor que não é mencionado: ele é extremamente tóxico. Em uma pequena pasta de dentes, há quantidade de flúor suficiente para matar uma criança de 10 kg. Quando introduzido no nosso corpo, age como um inibidor enzimático que faz com que as células deixem de funcionar. Além disso, estudos alertam também que determinadas doses podem provocar a má formação do esmalte dos dentes – causando manchas – e afetar funções endócrinas, principalmente, na tireoide. E não para por aí! Em 2012, a Harvard School of Public Health e a China Medical University reuniram 27 estudos em que demonstravam fortes indicativos dos efeitos negativos do fluoreto para o desenvolvimento cognitivo de crianças.

Essas informações preocupam, pois o flúor está presente não só em produtos industrializados como pastas de dente, mas também na própria rede de distribuição de água. Como uma política pública de prevenção da saúde bucal, a água potável tem sido artificialmente fluoretada há anos. Porém, estudos realizados por todo o mundo têm provado que adicionar flúor à água de beber não é totalmente efetivo na redução ou prevenção da cárie dentária. A maior parte da Europa – 97{d472cbc9b4e5b7840d5104aea9a3b0a6f44f9dfecef370459faa46ba60659749} – já proibiu a fluoretação da água, e as alegações de que combate a cárie dentária também estão sendo questionadas por lá. O uso tópico de pasta de dente ou desinfetante bucal provavelmente tem algum benefício, porque eles matarão bactérias – afinal de contas, o flúor é um rodenticida e inseticida.

A boa notícia é que há maneiras de prevenir doenças e problemas bucais como cáries, gengivite e mau hálito sem prejudicar a saúde. Diversos óleos vegetais e óleos essenciais são bactericidas, antissépticos e refrescantes, podendo ser usados para manter a boca saudável, limpa e com bom hálito. Abaixo estão algumas alternativas à pasta de dente convencional, tem opções para todos os gostos!

pruuuuu

Receita básica: pasta dental com argila branca e óleo de coco

1 colher de sopa de argila branca (grande poder limpador, alcalinizante, depurativo e remineralizante)
3 colheres de sopa de óleo de coco ou gergelim (prevenção de cáries, mau hálito, clareia os dentes, evita a formação de placas bacterianas)
8 gotas de óleo essencial – pode ser hortelã-pimenta (mau hálito), melaleuca (prevenção de cárie e mau hálito), canela (mau hálito), cravo (gengivite, mau hálito e cárie).
Pode-se também adicionar xilitol a mistura, para um gosto mais doce e maior proteção contra cárie. Quem não consegue se adaptar a textura oleosa da pasta de dente, pode usar apenas a argila e os óleos essenciais, criando assim um pó dental muito gostoso. Algumas pessoas também não se adaptam à textura e gosto da argila. Nesse caso, é possível usar o óleo de coco ou gergelim puros, ou acrescidos apenas dos óleos essenciais. Outra alternativa é escovar os dentes com cúrcuma, que clareia os dentes e evita problemas como a gengivite (Bela Gil fala sobre isso aqui! Nós testamos e aprovamos!)

Já testamos todas essas opções, e todas elas são excelentes. Pode ser que a textura e o gosto pareçam um pouco estranhos no início, mas é impressionante o quanto limpam e deixam o dente lisinho, até mais do que a pasta de dente convencional com flúor. E o melhor de tudo, sem aquele gosto artificial de química e sem agredir à nossa saúde (e ao meio ambiente também!). O seu corpo e a natureza agradecem!

Texto de Daniella Kakazu originalmente publicado em:

http://www.wlachados.com.br/materia/saiba-porque-o-fluor-faz-mal-saude/

Referências:

http://www.mindbodygreen.com/0-7781/simple-all-natural-homemade-toothpaste.html

http://www.drrondo.com/fluor-faz-mal-sim-e-sua-saude-pode-estar-em-risco/

http://www.ecycle.com.br/component/content/article/67-dia-a-dia/2698-fluor-reduz-o-qi.html

Arquiteta e Urbanista pela USP São Carlos. Realizou curso prático em bioconstrução e manejo de águas. Permacultora certificada pelo Instituto de Permacultura da Mata Atlântica (IPEMA), curso de introdução à metodologia Dragon Dreaming e de empoderamento do feminino. É iniciada em reiki, atualmente está realizando o curso de formação de instrutores Yoga Inbound.

Comentários

  • Avatar of Clara Castro

    Eneida Simon de Castro e Carvalho

    Obrigada! Adorei as receitas e as dicas. Vocês são o máximo!

    10/03/2017
    reply

Deixe
seu comentário

X