Newsletter Jaci

Inscreva-se na nossa newsletter e receba no seu e-mail as melhores dicas e promoções exclusivas.


Procurar

Jaci Natural

  /  Consumo consciente   /  Aprenda a fazer seu próprio leite vegetal e saiba os benefícios

Aprenda a fazer seu próprio leite vegetal e saiba os benefícios

Fazer seu próprio leite vegetal é maravilhoso. É uma alternativa mais saudável, econômica, sustentável e 100% livre de crueldade. Claro que, se compararmos com o preço do litro de leite do mercado, pode até parecer não tão econômico assim. Mas você sabe tudo o que está envolvido na produção desse leite de R$ 3,50 o litro? Infelizmente, quem sai prejudicado é o meio ambiente, os animais e até mesmo você. Sabemos cada vez mais dos impactos negativos da pecuária do leite. Além disso, o leite sempre vem embalado em uma embalagem de tetra pak ou de plástico, gerando um lixo excessivo e de difícil reciclagem.

Fazendo o seu próprio leite vegetal, você consome um leite muito mais nutritivo e gostoso. Além disso, o resíduo do leite pode ser aproveitado pra fazer outras receitas deliciosas, como cookies, ricota, quibe, hambúrguer, bolo (tudo vegano, é claro)! Dá pra usar o leite e o resíduo até na rotina de cuidados com a pele (mas isso é assunto para um próximo post ;)). E sem gerar lixo nenhum, pois todos esses ingredientes você consegue comprar a granel!

Mas por que ainda tomamos tanto leite, e consumimos tantos dos seus derivados? O leite de vaca faz parte da cultura de muitos países e é consumido de diferentes maneiras. Crescemos acreditando que é um alimento essencial para a nossa saúde. Mas será que ele é realmente um bom alimento para nós?

Em relação aos nutrientes, pode-se dizer que é um alimento riquíssimo, e pode trazer benefícios sim. Mas só para o bezerro. Assim como o leite humano é perfeito para os bebês humanos, certo?

A composição do leite de vaca não é tão benéfica ao nosso organismo quanto falam. E aqui vão algumas evidências disso:

  • O leite de vaca possui três vezes mais proteína que o leite humano. Isso pode parecer bom, mas, o consumo de proteína em excesso deixa o pH do sangue mais ácido, e, com isso, cálcio é retirado dos ossos para que o pH volte ao normal. Resultado: maior excreção urinária de cálcio e ossos enfraquecidos. Estudos dizem, inclusive, que países com menor consumo de laticínios, como o Japão e a China, possuem menor incidência de fraturas e a Europa e Estados Unidos.
  • Possui um perfil de micronutrientes bem diferente do leite humano. Excelente quantidade de cálcio, mas pouca quantidade dos outros nutrientes necessários para que todo esse cálcio seja de fato absorvido – magnésio, boro, manganês, entre outros.
  • Presença de uma proteína (betalactoglobulina) altamente alergênica ao ser humano por não possuirmos enzimas para digerí-la. Além dessa, vários estudos já comprovaram a presença de mais de 25 frações proteicas alergênicas no leite de vaca.
  • Nosso organismo vai diminuindo a produção de lactase (enzima responsável por quebrar/digerir a lactose) após o desmame, então, muitas pessoas podem sentir desconfortos (cólicas, gases, diarreia) ao consumir leite de vaca.
  • Devido ao modo atual de criação dos animais, muitos dos leites vendidos em supermercado possuem altas doses de antibióticos e hormônios.

Tá, mas e agora? Vai faltar cálcio na minha alimentação? Não, fique tranquilo. Os alimentos de origem vegetal são riquíssimos em nutrientes, e o cálcio está em muitos deles, como a couve manteiga (e outros vegetais de coloração verde-escuro, como o brócolis), semente de abóbora, semente de girassol, gergelim, feijão branco, oleaginosas em geral, entre outros.

E como posso substituir o leite de vaca em receitas no dia-a-dia?

Opte por bebidas vegetais, que podem ser feitas em casa ou compradas em supermercados ou lojas de produtos naturais. É possível utilizar muitos ingredientes como base (coco, castanha-de-caju, castanha-do-pará, amendoim, amêndoas, arroz, aveia) e saborizar com extrato de baunilha, canela, cardamomo ou outras especiarias, caso goste.

Eu te convido para fazer um teste! Em sua próxima receita que tenha leite de vaca como ingrediente (um mingau, uma vitamina, um cappuccino), troque o leite normal por um vegetal! E sinta a diferença. Aqui vão duas receitas que pode te ajudar nisso: 

Bebida vegetal de coco

Ingredientes

Polpa de 1 coco seco

3 copos de água ou a própria água do coco – caso queira um leite mais docinho

Modo de preparo

Aqueça a água, coloque no liquidificador com o coco cortado em pedaços e processe até o coco ficar bem fino. Coe a bebida com um voal ou peneira fina e esprema bem para retirar todo o líquido. O leite de coco caseiro tem validade de até 3 dias na geladeira. Pode ser congelado em forminhas de gelo – a validade aumenta para 30 dias.

Bebida vegetal de oleaginosas

Ingredientes

1 xícara de oleaginosas de sua preferência (castanha-de-caju, castanha-do-pará, amêndoas, avelã, etc)
2 xícaras de água para demolhar
4 xícaras de água para o preparo

Modo de preparo

Deixe as oleaginosas de molho em 2 xícaras de água na noite anterior – caso não tenha tempo, deixe de molho por pelo menos 1 hora. Dispense a água do molho, e coloque as oleaginosas no liquidificador com 4 xícaras de água filtrada. Bata em velocidade alta por 2 minutos ou até obter um líquido homogêneo e sem grumos. Coe em um coador de voal ou em um pano de cozinha novo e limpo. Guarde em um recipiente fechado e armazene na geladeira por até 2 dias.

É sempre aconselhável consultar um profissional habilitado a te ajudar adequar a alimentação às suas necessidades, isso traz muito mais autonomia alimentar para o dia-a-dia.

 

Nutricionista pela PUC-Campinas, com pós-graduação em Nutrição Clínica Funcional pela VP Centro de Nutrição Funcional. Atua na área clínica com foco em alimentação consciente e vegetariana, na área da culinária como personal cook e com sua marca de doces veganos, a @casamoscada.

Deixe
seu comentário

X