Newsletter Jaci

Inscreva-se na nossa newsletter e receba no seu e-mail as melhores dicas e promoções exclusivas.


Procurar

Jaci Natural

  /  Beleza natural   /  8 maneiras de utilizar óleos vegetais na rotina de cuidados

8 maneiras de utilizar óleos vegetais na rotina de cuidados

Nosso amor pelos óleos vegetais não é nenhuma novidade para vocês, né? Falamos aqui neste post sobre alguns óleos vegetais e como atuam na pele. Os óleos são a base dos nossos produtos, pois são grandes aliados da beleza. Ricos em nutrientes e vitaminas, atuam como verdadeiros alimentos para a pele. Mas uma das maiores vantagens dos óleos vegetais é a sua versatilidade e o fato de ser um produto bem acessível. Quem aí não tem um bom azeite em casa? Ou óleo de coco?

Em alguns mercados e casas de produtos naturais, já é possível encontrar outros óleos de qualidade, como linhaça, chia, abacate, amêndoas, girassol e semente de uva. Todos os óleos vegetais, desde que de boa procedência, 100% puros e prensados a frio, podem ser utilizados diretamente na pele e cabelos. Cada um deles tem a suas particularidades, como aroma, cor e toque. Alguns são mais nutritivos e pesados, enquanto outros são absorvidos rapidamente, mas todos eles são multifuncionais, podendo ser usados de diversas maneiras no nosso cuidado diário. Por serem tão versáteis, são grandes aliados para uma rotina minimalista e sustentável. Tendo bons óleos vegetais em casa, é possível substituir muitos dos produtos que normalmente usamos.

Por isso, preparamos uma lista com 8 formas diferentes de usar os óleos na pele e cabelos. Vamos lá?

  1. Removedor de maquiagem: Sabe aqueles demaquilantes oleosos ou bifásicos? Eles são compostos exatamente de óleo puro ou com água, e são bem mais caros do que qualquer óleo que você tenha em casa. Além disso, os óleos presentes nos demaquilantes normalmente não oferecem nenhum benefício terapêutico ou nutritivo para a pele. Experimente retirar a sua maquiagem de hoje com óleo de coco ou azeite. Eles retiram até mesmo rímel à prova d’água, e ainda deixam a pele macia e nutrida. Se você tem medo do óleo pesar, molhe o rosto antes de retirar a maquiagem. Assim, o óleo renderá mais e o efeito será similar ao do demaquilante bifásico.
  2. Limpeza facial profunda (oil cleansing): A técnica do oil cleansing consiste em realizar uma limpeza pesada do rosto com óleo vegetal. Essa técnica é muito interessante, pois promove uma limpeza profunda e eficiente sem causar o famoso efeito rebote. Para fazer, é bem simples: aplique bastante óleo no rosto fazendo movimentos circulares por cerca de 3 minutos. Molhe uma toalha em água morna e remova o excesso de óleo delicadamente. Depois, seque o rosto. A Marcela do A Naturalíssima escreveu artigo bem interessante e completo sobre o oil cleansing aqui.
  3. Óleo corporal: Você pode usar qualquer óleo para passar no corpo para deixar a pele bem macia e protegida. O óleo não necessariamente hidrata a pele, pois não contém água, mas ele proporciona emoliência. Ou seja, suaviza, amacia e torna a pele mais flexível. Alguns óleos são excelentes até para previnir o aparecimento de estrias, como a rosa mosqueta, pracaxi e semente de uva.
  4. Óleo facial: Passar óleo no rosto é uma das melhores coisas que você pode fazer por ele. Isso não vale apenas para peles ressecadas, mas para peles acneicas também. Os óleos ajudam a equilibrar a oleosidade da pele, fornecem proteção e muitos nutrientes e vitaminas. Porém, é preciso, nesse caso, ter cuidado na escolha do óleo de acordo com o tipo de pele. Neste post aqui, falamos sobre alguns óleos e como escolhe-los.
  5. Esfoliante: É muito fácil fazer um bom esfoliante. É só pegar uma colher de sopa de açúcar (não use o cristal) ou café em pó e acrescente óleo aos poucos até formar uma pasta. Quer receitas específicas? Já ensinamos a fazer esfoliante labial e corporal aqui no blog.
  6. Umectação capilar: Já ouviu falar em umectação capilar? É uma técnica que fortalece e nutre os fios do cabelo. A umectação também ajuda a aliviar problemas do couro cabeludo, como caspa e seborreia. Para fazer é muito fácil: passe bastante óleo no cabelo, da raiz até as pontas. Permaneça com esse óleo por algumas horas (quanto mais tempo, maior é o efeito! Vale até dormir com o óleo na cabeça). Em seguida, lave bem o cabelo para retirar o óleo. Seu cabelo ficará brilhante, macio e muito mais forte.
  7. Finalizador de pontas: Os finalizadores de pontas costumam ser recheados de silicones, que aderem aos fios, facilitando o acúmulo de sujeira. Eles podem comprometer a saúde do cabelo por impedir a absorção de substâncias nutritivas. Além disso, poluem o meio ambiente, pois não são biodegradáveis. Por que não trocar o silicone por algum óleo vegetal? Para usar o óleo como finalizador, aplique uma ou duas gotinhas no cabelo molhado.
  8. Carreador de óleos essenciais: Como sempre dizemos por aqui, é imprescindível diluir os óleos essenciais para aplicá-los na pele. Os óleos vegetais são perfeitos para isso, pois eles formam uma camada na pele, impedindo que os óleos essenciais se volatilizem, e por conta disso, sua taxa de absorção é maior. Para o corpo, a taxa de diluição indicada é de 2% de óleo essencial em volume. Ou seja, são aproximadamente 60 gotas para cada 100 mL, ou 3 gotas em 5 ml (uma colher de chá). Lembrando de sempre tomar cuidado com os óleos essenciais sensibilizantes e fototóxicos. Antes de usar um óleo essencial, pesquise- o bem.

E vocês, têm alguma dica diferente dessas da lista de como usar óleos vegetais na sua rotina de beleza? Compartilhe com a gente!

Engenheira Química pela UFSCar, com pós graduação em Sustentabilidade pela Universidade da California em Los Angeles. Logo depois que terminou sua pós, começou a empreender na Jaci. Fez cursos de saboaria natural no Santo Sabão, se formou como aromaterapeuta pela Aromaflora e atualmente está fazendo a formação em Organic Skincare Formulation na Formula Botanica.

Deixe
seu comentário

X